Notícias, Notícias das Unidades de Conservação

Conselho discute Plano de Gestão

O Conselho Consultivo da Estação Ecológica Serra dos Três Irmãos reuniu-se ontem em Porto Velho para discutir o Plano de Gestão da unidade de conservação, que está sob a jurisdição do Estado. Localizada no noroeste de Porto Velho, a Estação Ecológica limita com o Parque Nacional do Mapinguari, na divisa com o Amazonas, e parte dela vai ser impactada pelos lagos das UHEs de Jirau e Santo Antônio. Com isso teve sua área reduzida de 97.800 hectares para 87.410 hectares, por meio de uma negociação feita com o Governo Federal, em troca da área ocupada irregularmente na Floresta Nacional (Flona) do Bom Futuro.

Na qualidade de Estação Ecológica , a UC Serra dos Três Irmãos só pode ser utilizada para educação ambiental e pesquisas. Localizada no outro lado do rio Madeira, a unidade faz divisa com o Parque Nacional do Mapinguari e no seu entorno fica o Projeto de Assentamento Joana d´Arc III e as agrovilas construídas pela Santo Antônio Energia para remoção de famílias atingidas pelos lagos das usinas.

Com recursos do Programa Áreas Protegidas da Amazônia (ARPA), do Fundo Nacional da Biodiversidade, a Sedam realiza um trabalho de apoio junto à comunidade de entorno da unidade, para que os moradores ajudem na proteção da mesma. O trabalho inclui educação ambiental e incentivo à produção. Também foi feito um cadastramento ambiental do Joana d´Arc III, sendo que este trabalho deverá ser estendido ao Joana d´Arc I e II até 2015, com identificação e regularização das terras, com vistas à proteção e produção, de acordo com a gestora da unidade, Jucilei Cândido. O orçamento do ARPA para o período 2012/2013 foi de R$ 407 mil. O recurso tem uma complementação da contrapartida do Estado.

Unidades de Conservação

De acordo com coordenador de Unidades de Conservação da Sedam Paulo Bonavigo, Rondônia conta com 40 unidades de conservação, entre parques estaduais, estações ecológicas e reservas extrativistas, que somam cerca de 3 milhões de hectares. Boa parte delas sofre pressão de madeireiros, garimpeiros e grileiros. A situação é mais grave no Norte do Estado, a exemplo da Reserva Extrativista (Resex) de Jacy-Paraná, na região de União Bandeirantes e Buritis. Criada para oportunizar que antigas famílias de seringueiros continuassem na região, com a exploração sustentável da floresta, a Resex é alvo de um grande número de processos de reintegração de posse e está praticamente embargada pela Justiça.

Brigada de Incêndio

Os moradores do entorno da Serra dos Três Irmãos contam com uma brigada voluntária de combate ao fogo e em 2012 foram registrados três focos de calor na unidade de conservação. Em 2010, foram registrados 58 focos e em 2011, 12 focos. O coordenador de Unidades de Conservação da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Ambiental (Sedam), Paulo Henrique Bonavigo, explica que nas unidades de conservação só conseguem alcançar os objetivos para que foram criadas se houver uma integração com a população do entorno, que precisa estar consciente da necessidade de preservar

A Estação Ecológica Serra dos Três Irmãos só tem acesso pelo Assentamento Joana d´Arc e com o enchimento do lago das usinas vai ter outro acesso pelo igarapé Karipunas, que deverá se tornar navegável durante todo o ano. A notícia de que a unidade seria afetada pela barragem provocou uma busca por terras na região, exigindo a retirada dos invasores. A Sedam está negociando com o Consórcio Energia Sustentável do Brasil, responsável pela obra de Jirau, recursos para a construção de um ponto de apoio para fiscalização da área nas proximidades do Joana d´Arc III.

O conselho consultivo da Estação Ecológica é formada por associações que representam os moradores do entorno e órgãos públicos ligados à pesquisa, preservação ambiental e produção agrícola, como o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Universidade Federal de Rondônia (Unir), Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Sema), Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) e Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Maria do Rosario Almeida da Silva

Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental -SEDAM

Fone: 069 3216 1038/1058

Porto Velho – Rondônia

mariarosariosilva@yahoo.com.br