Notícias, Notícias das Unidades de Conservação

Design de látex é tema de workshop para comunitários no Acre

Termina nesta sexta-feira (21) o Workshop de Design em Látex, ministrado por professores do Istituto Europeo di Design, entidade italiana referência em formação avançada de design. Comunitários da Reserva Extrativista (Resex) do Cazumbá-Iracema e representantes da Associação dos Moradores e Produtores da Reserva Extrativista (Resex) Chico Mendes estão participando. O curso ocorre na Escola da Floresta, em Rio Branco (AC).

Artesãos que já trabalham com o látex estão sendo capacitados na Metodologia de Design Estratégico desde segunda-feira (17). A iniciativa é parte do parte do Projeto Acre Látex Design Lab, desenvolvido pelo Governo do Acre, e busca preparar os comunitários para o mercado e torná-los mais competitivos.

O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), parceiro neste processo, desenvolve o Projeto Artesanato Acreano ExpoArte, que tem o objetivo de levar os produtos desenvolvidos pelos comunitários para os grandes eventos mundiais que o Brasil vai sediar. “Estamos preparando esses artesãos, microempreendedores, para apresentarem produtos de qualidade e mostrar a cultura do Acre”, explica Sirlana Peres, gerente da unidade de comércio e serviços do Sebrae-Acre.

Para o chefe da Resex Cazumbá-Iracema, Tiago Juruá, o projeto tem contribuído muito para o desenvolvimento do artesanato na região. “As parcerias com o Governo do Estado, Sebrae e agora com o Istituto Europeo di Design são fundamentais para que os artesãos possam desenvolver suas habilidades com profissionais da área do design. Eles têm a oportunidade de conhecer assim tendências mundiais, ao mesmo tempo em que trocam experiências e conhecimentos, buscando criar uma identidade própria para o artesanato acreano de látex e agregando valor ao produto, o que possibilita a inserção dos artesanatos de forma mais qualificada e direcionada no mercado, gerando renda para as famílias extrativistas”, afirmou.
Comunicação ICMBio
(61) 3341-9280

* Matéria publicada no site do ICMBio em 21/02/2014