Notícias, Notícias das Unidades de Conservação, Notícias dos Parceiros do Arpa

Doadores da WWF-US visitam Resex do Cazumbá-Iracema (AC)

Membros da World Wildlife Fund dos Estados Unidos da América (WWF-US) visitaram a Reserva Extrativista do Cazumbá-Iracema, no Acre, no início deste mês. A unidade de conservação (UC) federal, gerida pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), recebe o apoio da ONG no projeto Cabeceiras, financiado pela Fundação Moore, que tem como objetivo proteger as cabeceiras dos rios da Bacia Amazônica por meio da consolidação de unidades de conservação no Brasil, Peru e Bolívia. No Acre, o projeto também envolve a Reserva Extrativista Chico Mendes e a Floresta Nacional do Macauã.

Na Resex do Cazumbá-Iracema, o projeto Cabeceiras apoia a capacitação de conselheiros; a implementação do Plano de Manejo da Copaíba; a melhoria do sistema de comunicação e proteção da UC; a recuperação de áreas degradadas, por meio da implementação de viveiro de mudas e de unidade demonstrativa de Sistema Agroflorestal; além de fomentar o intercâmbio com gestores de áreas protegidas do país vizinho, Peru.

Na oportunidade, a vice-diretora do Programa Amazônia, Hannah Williams, e o analista de Programa de Conservação, Eric May, conheceram de perto alguns dos projetos e ações da qual a instituição é parceira, acompanhados da especialista em Áreas Protegidas, Marisete Catapan, e do analista de Programa de Conservação, Moacyr Araújo, do WWF-Brasil.

“O WWF-Brasil é um parceiro estratégico da Resex Cazumbá-Iracema onde através do projeto Cabeceiras, que em 2013 completa dez anos, possibilitou que a unidade de conservação avançasse de forma significativa e qualificada em sua implementação”, ressalta o analista ambiental Tiago Juruá, chefe da unidade.

Durante a estada na comunidade do Núcleo do Cazumbá, os parceiros tiveram a oportunidade de conhecer a realidade local, caminhar pela floresta, aprender a cortar seringa, quebrar e comer castanha na mata e acompanhar o andamento da oficina de capacitação de jovens para implantação de viveiro de mudas para conservação. Também participaram do encerramento da oficina de artesanato em borracha ministrada pelo artesão José de Araújo, mais conhecido como “Doutor da Borracha”, morador da Reserva Extrativista Chico Mendes, que utiliza a técnica da folha semi-artefato para confeccionar calçados e pequenos acessórios.
Comunicação ICMBio
(61) 3341-9280

* Matéria assinada pelo ICMBio e publicada em 11/11/2013. Foto: Luciano Malanski