Notícias, Notícias dos Parceiros do Arpa, Outras Notícias

Entidades internacionais buscam práticas inspiradoras

Objetivo é reunir iniciativas que mudaram a realidade das UCs

As áreas protegidas são a pedra angular para a conservação da natureza e dos serviços ecossistêmicos a elas relacionados e dos quais os seres humanos dependem. Nesse sentido, em novembro de 2014, durante o Congresso Mundial de Parques, foi lançado oficialmente o Panorama de Soluções Inspiradoras em Áreas Protegidas.

A iniciativa é promovida por algumas entidades – entre elas a União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN), Global Enviroment Facility (GEF) e Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). O objetivo é reunir exemplos positivos de boas estratégias de gestão e abordagens nas áreas protegidas, apoiando aquelas que tiveram sucesso comprovado e que vem servindo de exemplos.

Os critérios para escolha das “práticas inspiradoras” são: ela ser replicável em outras áreas ou em outros contextos sociais e/ou ser aplicável em escalas maiores, a solução ser implementada em uma área protegida, ou em benefício de uma, e ser ter seu impacto provado.

Gestores da Área de Proteção Ambiental (APA) Guapi-Mirim e da Estação Ecológica (ESEC) da Guanabara, incluíram suas experiências na plataforma online tratando sobre o programa de voluntariado nessas Unidades de Conservação.

Mas eles são apenas um dos apenas três casos do Brasil que se encontram detalhados, sendo o único com descrição completa do caso. Para saber um pouco mais acerca do caso da APA de Guapi-Mirim / ESEC da Guanabara acesse.

Os organizadores da plataforma estão em um esforço para aumentar a base de dados, especialmente com experiências da América Latina, África e Oceania. Ao todo, foram inicialmente selecionados cerca de 70 iniciativas.

Esta é, portanto, uma boa oportunidade para aumentar a visibilidade acerca de boas experiências nas UCs brasileiras. As experiências podem ser descritas por meio do sítio eletrônico www.panorama.solutions, com texto redigido em inglês. Novo relatos podem ser descritos em fluxo contínuo.

Equator Prize/PNUD

Já o Equator Prize, organizado pelo PNUD, terá a sua segunda edição neste ano. Serão escolhidas 20 iniciativas de comunidades tradicionais ou indígenas locais que estão desenvolvendo soluções inovadoras que estão contribuindo para a redução da pobreza, proteção da natureza e aumento da resiliência face às mudanças climáticas.

Cada iniciativa vencedora receberá US$ 10.000 e será apoiada para participar de uma série de eventos especiais na Conferência de Mudança Climática da Organização das Nações Unidades (ONU), em Paris, a ser realizada em dezembro de 2015.

As candidaturas podem ser enviadas em português e devem ser apresentadas até 27 de maio. Mais informações disponíveis em www.equatorinitiative.org . Para a página ser traduzida automaticamente para português, basta optar pelo idioma do canto superior direito.

Com tantas boas iniciativas espalhadas pelas Unidades de Conservação brasileiras, trata-se de uma oportunidade ímpar do Instituto Chico Mendes mostrar isso ao mundo, ser reconhecido e inspirar outros modelos, com experiências a outros países e outras áreas protegidas do mundo.

Comunicação ICMBio
(61) 2028-9280
* Publicado no site do ICMBio em 25/05/2015