Notícias, Notícias das Unidades de Conservação

Estação Ecológica do Jari fiscaliza crimes ambientais

A equipe da Estação Ecológica (Esec) do Jari (AP/PA) participou, entre os dias 17 e 30 de setembro, da Operação Curare, do Comando Militar do Norte. A base da Unidade de Conservação (UC) foi utilizada como apoio de operações e recebeu um efetivo de cerca de 161 militares do Comando de Fronteira Amapá – 34º Batalhão de Infantaria de Selva. As ações desenvolvidas na operação Curare, realizada ao longo do leito do rio Jari, tiveram como objetivo o reconhecimento da região, a sinalização da UC e o monitoramento de diversos garimpos e pistas clandestinas localizadas na região do vale do Jari. Os agentes do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) realizaram procedimentos de notificação e autuações em situações flagrantes de crimes de pesca e garimpagem ilegal no interior da Esec e em seu entorno.

As dificuldades logísticas encontradas pelos agentes do Instituto foram reduzidas por meio do apoio fluvial e aéreo do Exército Brasileiro. Segundo Pablo Davi Kirchheim, chefe da Esec, “a ação foi emblemática, sendo imprescindível e necessária para retomada da governança e enfrentamento da expansão dos crimes ambientais e garimpos ilegais na região”. O comandante Militar do Norte, general
Ferreira, e o chefe do Estado-Maior, generalCésar, também compareceram à Base Ecológica do Jari. O objetivo foi visitar as instalações da base de operações e verificar in loco a execução das atividades.

* Publicado no Boletim ICMBio em Foco 315