Notícias, Notícias dos Parceiros do Arpa

Fundo Amazônia investe mais de R$ 5 milhões em práticas sustentáveis

Os recursos destinados para o projeto de fortalecimento das ações ambientais no Acre, provenientes do Fundo Amazônia, financiam o projeto Valorização do Ativo Ambiental Florestal. O objetivo da iniciativa é fortalecer e ampliar a atual política pública estadual de valorização do ativo ambiental por meio da gestão territorial integrada, de ações de fomento às cadeias produtivas florestais e agroflorestais e de incentivo técnico e financeiro aos serviços ambientais.

O Estado do Acre é considerado modelo na promoção de políticas para o desenvolvimento sustentável e para a implementação de atividades produtivas alinhadas com a conservação da floresta. “Com a aprovação do projeto no âmbito do Fundo Amazônia, o governo do Acre potencializa sua vocação econômica para a produção florestal sustentável, com redução do desmatamento e da degradação ambiental”, disse o secretário de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Seaprof), Mamed Dankar.

Um dos componentes do projeto é destinado a ações de fomento às cadeias produtivas florestais e agroflorestais para a redução do desmatamento e de incentivos aos serviços ambientais em áreas definidas como prioritárias pelo governo, por sofrerem influência direta das obras da rodovia BR-364 (que liga a capital Rio Branco à cidade de Cruzeiro do Sul).

Busca-se inserir práticas sustentáveis entre os produtores familiares, a exemplo da geração de alternativas econômicas e de benefícios sociais complementares, como segurança alimentar e aumento da renda familiar. O projeto também prevê incentivos para redução de emissões e sequestro de carbono via reflorestamento e para a conservação e o uso sustentável da floresta.

Matéria publicada pela Agência Acre em 12/05/2014