Uncategorized

Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (Funbio)

O FAP é gerenciado pelo Fundo Brasileiro para Biodiversidade (Funbio). O Funbio implementa a política de investimentos, com base nas diretrizes para a política de investimentos financeiros, estabelecida pela Assembléia de Doadores, monitora o cumprimento da política aprovada, avalia o desempenho das aplicações realizadas pelo gestor de ativos e sugere melhorias nas aplicações, sempre obedecendo as diretrizes aprovadas pela Assembléia de Doadores.

O Funbio mantém o controle contábil atualizado e preciso de todas as movimentações financeiras, em particular das contas de investimentos e das diferentes destinações dos recursos das contas operacionais, de acordo com as regras estabelecidas pelos doadores. O registro das transações é feito por meio de um sistema computadorizado auditável, operado no âmbito do Funbio, com capacidade de produzir os relatórios necessários sobre o uso dos recursos doados para o FAP, segundo o formato e periodicidade exigida pelos doadores.

O Funbio tem as seguintes responsabilidades específicas no âmbito da administração dos recursos do FAP:

  •  Recebimento de recursos captados para o FAP;
  •  Implementar a política de investimentos financeiros proposta pelo Funbio e ratificada pela Assembleia de Doadores, considerando as conjunturas do mercado e os objetivos do FAP ;
  •  Atender às demandas da Assembléia de Doadores e do Conselho de Administração;
  •  Selecionar, contratar, monitorar e avaliar o desempenho do gestor de ativos financeiros no cumprimento da política de investimentos e no alcance de seus resultados;
  •  Preparar e apresentar relatórios físico-financeiros e balanços financeiros sobre o uso e aplicação dos recursos do FAP;
  • Contratar, anualmente, auditorias independentes sobre as contas do FAP no Funbio;
  • Supervisionar o atendimento a obrigações legais e contratuais, assim como às normas e procedimentos exigidas pelos doadores com respeito aos aspectos financeiros e contábeis do FAP;
  • Promover a elaboração do POA das UCs junto com seus respectivos órgãos gestores;
  • Disponibilizar o POA aprovado pelo Comitê de Administradores para a execução pelas UCs , fazendo uso dos instrumentos gerenciais e operacionais do FAP;
  •  Realizar a doação de bens e equipamentos adquiridos com recursos do FAP para as unidades de conservação;
  •  Secretariar as reuniões do Comitê de Administração e Assembléia de Doadores.