Notícias, Notícias das Unidades de Conservação

Governo promove ações integradas entre indígenas e Parque do Chandless (AC)

Por meio do Parque Estadual do Chandless, a Secretaria de Estado de Meio Ambiente do Acre (Sema) concorreu no fim deste ano ao edital do Programa Áreas Protegidas da Amazônia (ARPA), envolvendo Planos de Ação dos Povos Indígenas (PPI) para integração das comunidades.

O projeto foi aprovado e o parque contará com um montante de R$ 130 mil, que serão utilizados em 2015 para promover a articulação interinstitucional (Sema/Funai) e comunitária (indígenas e demais populações residentes no parque) visando a utilização sustentável de recursos naturais na Unidade de Conservação.

Entre as ações previstas no projeto, foi realizada uma oficina entre os dias 26 de novembro e 1 de dezembro, com a participação de técnicos da Sema e da Funai, objetivando realizar mapeamento e estabelecimento de acordos para o uso das áreas do Parque Estadual do Chandless junto à comunidade Madijá (12 aldeias) e Huni Kuin (três aldeias).

A Terra Indígena Alto Rio Purus congrega atualmente 50 aldeias e uma população de cerca de 2,5 mil pessoas, distribuídas em 236 mil hectares. Limita-se ao sul com o Parque Estadual do Chandless, ao norte com área discriminada, a leste com a Resex Cazumbá-Iracema e a oeste com a Flona de Santa Rosa do Purus e o Projeto de Assentamento Santa Rosa.

Maurício Galvão e Cristina Lacerda

* Matéria publicada em 30/12/2014 no site página20.net