Notícias, Notícias das Unidades de Conservação, Notícias dos Parceiros do Arpa

ICMBio e parceiros articulam ações da ‘Desintrusão da TI Awá’

Na manhã da última quarta-feira (5), coordenadores das equipes que atuam na operação “Desintrusão da Terra Indígena Awá” discutiram a necessidade de aperfeiçoar a agenda conjunta de proteção territorial da região. As equipes do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Fundação Nacional do Índio (Funai), Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam), Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e Exército Brasileiro se reuniram na base operacional da Reserva Biológica do Gurupi (MA), limítrofe com aquela terra indígena (TI).

Foram apresentados os resultados da operação até o momento e seu planejamento futuro para a equipe de agentes do Instituto Chico Mendes e do Batalhão de Polícia Ambiental do Maranhão que estão na base operacional do ICMBio monitorando possíveis deslocamentos dos notificados da TI Awá para a Rebio. As equipes afinaram o planejamento de proteção ambiental para o restante da operação com a sistematização de ocorrência de ilícitos ambientais na região. O ICMBio continuará realizando ações de campo com o apoio do Batalhão da Polícia para monitorar a ocorrência de deslocamento de ocupantes da terra indígena para a unidade de conservação (UC).

A reunião foi muito importante, pois dá continuidade a uma agenda estratégica para a proteção de todo esse complexo – Rebio do Gurupi, TI Awá, TI Caru e TI Alto Turiaçu, últimas áreas de Floresta Amazônica preservadas no estado do Maranhão. Ao final do encontro foi marcada reunião a ser realizada no início do mês de abril para a elaboração de uma agenda de trabalho. Essa articulação é uma medida que consta no eixo de vigilância pós ação.

A operação “Desintrusão da TI Awá” é formada por uma equipe interministerial, coordenada pela Funai, Secretaria-Geral da Presidência da República, e composta pelo Ministério da Defesa (Exército e Força Aérea Brasileira), polícias Federal e Rodoviária Federal, Força Nacional, ICMBio, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Gabinete de Segurança Institucional/Abin, Censipam, Ministério do Desenvolvimento Agrário/Incra e Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Leia matéria relacionada: ICMBio participa da operação de desintrusão da TI Awá.
Comunicação ICMBio
(61) 3341-9280

* Matéria publicada no site do ICMBio em 10/02/2014