Notícias, Notícias dos Parceiros do Arpa

ICMBio participa de Seminário de Monitoramento da Biodiversidade

Evento acontece até o dia 26 de setembro, em Manaus

ICMBio participa de Seminário de Monitoramento da Biodiversidade
Começou nesta segunda-feira (22), em Manaus (AM), o Seminário Internacional de Monitoramento Participativo para o Manejo da Biodiversidade e dos Recursos Naturais Renováveis. O evento acontecerá até o dia 26 de setembro no Hotel Intercity Premium Manaus. Durante o seminário, haverá troca de experiências entre representantes de comunidades, técnicos de organizações parceiras, gestores públicos e acadêmicos especialistas.

O objetivo é fortalecer o monitoramento como elemento-chave para a conservação do meio ambiente e dos recursos naturais e criar diretrizes estratégicas para o envolvimento local nessas iniciativas. Por isso, a participação local é considerada transformadora em relação à escala, custo e qualidade do processo de decisão para conservação da biodiversidade.

Além disso, a ação pode reduzir conflitos pelo uso dos recursos naturais e ajudar no combate aos usos predatórios e ilegais desses recursos em áreas protegidas e terras comunitárias. Assim, a abordagem participativa do monitoramento da biodiversidade pode ser uma complementação de alta qualidade e transformadora do monitoramento executado por cientistas.

Com o monitoramento e manejo participativo, as comunidades locais podem se tornar vozes ativas e engajadas na discussão e implementação de políticas públicas para conservação e uso sustentável nas diversas esferas regionais, nacionais e internacionais. Comunidades locais também podem contribuir diretamente para o conhecimento de base científica, necessário para melhor documentar os benefícios das políticas de conservação e uso das terras,como as áreas protegidas e as concessões de direitos de uso às comunidades.

Programação

O seminário em Manaus representa a mais abrangente reunião já realizada com o envolvimento de representantes comunitários, pesquisadores e praticantes. O evento será dividido em duas partes. Nos dois primeiros dias (22 e 23), haverá o 1° Encontro da Rede Internacional de Monitoramento e Manejo Participativo (Participatory Monitoring and Management Partnership – PMMP), que pretende promover o diálogo entre comunidades envolvidas nestas ações e as organizações parceiras.

Nos três dias seguintes (24, 25 e 26), acadêmicos reconhecidos internacionalmente, extensionistas, comunitários e representantes de governo envolvidos com iniciativas de monitoramento se reunirão para debater, por dia, um tema sobre o envolvimento local, buscando o alinhamento técnico e político para promover o monitoramento participativo.

A partir dos trabalhos apresentados pelos participantes , pretende-se elaborar um documento com recomendações e orientações para o envolvimento comunitário no monitoramento da biodiversidade e dos recursos naturais. Com a presença de representantes de iniciativas de monitoramento da Venezuela, Bolívia, Peru, Colômbia, Equador, Guatemala, México, EUA, Alaska, Austrália, Timor Leste, Filipinas, Indonésia, Madagascar, Inglaterra, Alemanha, Dinamarca, Groenlândia, além de vários estados do Brasil, os debates serão realizados oficialmente em inglês, espanhol e português e terão tradução simultânea nos três idiomas.

O Seminário Internacional de Monitoramento Participativo para o Manejo da Biodiversidade e dos Recursos Naturais Renováveis é realizado pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA), Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e parceria da Agência Alemã de Cooperação Técnica (GIZ), por encargo do Ministério Federal do Meio Ambiente, Proteção da Natureza, Construção e Segurança Nuclear da Alemanha (BMUB), Programa Áreas Protegidas da Amazônia (ARPA), Projeto Manguezais do Brasil, The Gordon and Betty Moore Foundation, Wildlife Conservation Society (WCS), Instituto de Pesquisas Ecológicas (IPE), Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (SDS) e Nordisk Fond for Miljø og Udvikling, com apoio do Secretariado da Convenção da Diversidade Biológica (CDB).

Para maiores informações, clique aqui e acesse o site do evento

* Matéria assinada por Lorene Lima e publicada no site do ICMBio em 22/09/2014