O Chamado da Samaúma

Na floresta amazônica, a Samaúma é uma árvore imponente, de raízes enormes e tabulares, conhecidas por sapopemas. Os povos da floresta utilizam as sapopemas para comunicação, uma vez que quando se bate nessas raízes, o ruído reverbera por todo o tronco, e como um tambor, é ouvido a grandes distâncias. Diz a lenda que a árvore-mãe da floresta também é utilizada pelos curupiras, seres mitológicos e sobrenaturais, que defendem a floresta de seus agressores. Nas noites escuras, os caçadores tremem de medo ao ouvir as batidas dos curupiras nas samaúmas. A história é contada pelos seringueiros da Amazônia.

Roteiro e ideia original: Ronaldo Weigand
Direção geral: Ricardo Carvalho