Notícias, Notícias das Unidades de Conservação

RESEX Maracanã (PA) inicia execução do Projeto REMAR

A Reserva Extrativista (RESEX) Maracanã iniciou a execução das atividades do Projeto de “Capacitação em práticas de conservação ambiental e uso sustentável dos recursos naturais nas comunidades da RESEX Maracanã”, o Projeto REMAX, que faz referência à principal atividade da RESEX que é a pesca e seu principal beneficiário: o pescador artesanal, program este aprovado no último edital do Plano de Ação Sustentável do Programa Áreas Protegidas da Amazônia (PAS-ARPA).

O Projeto REMAR é uma ação para capacitação dos extrativistas da RESEX Maracanã em temas relacionados à organização social e ordenamento dos recursos pesqueiros e prevê a realização de cursos modulares, oficinas, reuniões para debates e discussões para construção e reformulação de regras de convivência, acordos de pesca e uso adequado dos recursos naturais; por exemplo, a revisão do Plano de Uso da Reserva, criado em 2005. Em funcionamento desde outubro de 2013 e será executado até julho 2015 em 20 comunidades localizadas no entorno da RESEX Maracanã.

O projeto teve etapas para serem realizadas uma delas é nivelamento da equipe, executado em outubro de 2013, primeira etapa do projeto, onde foi realizado curso para formação e nivelamento da equipe executora, entre os dias 08 a 10 de outubro, na Fazenda Escola da Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA), no município de Castanhal (PA). Participaram do curso gestores de UC, profissionais da área ambiental, extrativistas e lideranças comunitárias da região do “Salgado Paraense”. A facilitadora do curso, professora Wilza da Silveira Pinto (Engenheira Agrônoma da UFRA), apresentou a metodologia GESPAR (Gestão Participativa) para planejamento e condução de reuniões produtivas utilizando o enfoque participativo na tomada de decisão. O curso também buscou sensibilizar os participantes sobre a importância da mobilização social como um modo de construção democrática através da vontade popular.Após a realização do curso, os participantes planejaram a etapa de mobilização do público alvo do projeto para novembro e dezembro/2013.

As outras etapas do projeto foram a Mobilização d05. Em funcionamento desde outubro de 2013 e será executado até julho 2015 em 20 comunidades localizadas no entorno da RESEX Maracanã.

O projeto teve etapas para serem realizadas uma delas é nivelamento da equipe, executado em outubro de 2013, primeira etapa do projeto, onde foi realizado curso para formação e nivelamento da equipe executora, entre os dias 08 a 10 de outubro, na Fazenda Escola da Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA), no município de Castanhal (PA). Participaram do curso gestores de UC, profissionais da área ambiental, extrativistas e lideranças comunitárias da região do “Salgado Paraense”. A facilitadora do curso, professora Wilza da Silveira Pinto (Engenheira Agrônoma da UFRA), apresentou a metodologia GESPAR (Gestão Participativa) para planejamento e condução de reuniões produtivas utilizando o enfoque participativo na tomada de decisão. O curso também buscou sensibilizar os participantes sobre a importância da mobilização social como um modo de construção democrática através da vontade popular.Após a realização do curso, os participantes planejaram a etapa de mobilização do público alvo do projeto para novembro e dezembro/2013.

As outras etapas do projeto foram a Mobilização das comunidades, executada novembro de 2013,o qual mapearam as lideranças de cada uma das 20 comunidades contempladas pelo projeto e as próprias sugeriram horário e local de ocorrência das reuniões, as Reuniões comunitárias, executada em dezembro de 2013, e seu principal objetivo apresentar a missão institucional do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) , para a comunidade, e apresentar o projeto REMAR e as comunidades tiveram espaço para apresentar seu interesse e expectativas sobre a execução do projeto, Reunião Territorial, planejada para janeiro de 2014, reunirá representantes das 20 comunidades contempladas pelo projeto e tem como principal objetivo definir a agenda das capacitações nas comunidades.

O gestor da RESEX Maracanã, Rodrigo Leal Moraes, destaca que essa atividade, aliada ao Projeto “Jovens Protagonistas”, realizado pelos gestores da RESEX Marinha de Soure e as ações do Projeto Manguezais do Brasil, também em fase de execução na região do Salgado Paraense, são iniciativas fundamentais para a consolidação de ações integradas e participativas das Reservas Extrativistas Marinhas do litoral paraense.

Comunicação ICMBio
(61) 3341-9280

* Matéria publias comunidades, executada novembro de 2013,o qual mapearam as lideranças de cada uma das 20 comunidades contempladas pelo projeto e as próprias sugeriram horário e local de ocorrência das reuniões, as Reuniões comunitárias, executada em dezembro de 2013, e seu principal objetivo apresentar a missão institucional do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) , para a comunidade, e apresentar o projeto REMAR e as comunidades tiveram espaço para apresentar seu interesse e expectativas sobre a execução do projeto, Reunião Territorial, planejada para janeiro de 2014, reunirá representantes das 20 comunidades contempladas pelo projeto e tem como principal objetivo definir a agenda das capacitações nas comunidades.

O gestor da RESEX Maracanã, Rodrigo Leal Moraes, destaca que essa atividade, aliada ao Projeto “Jovens Protagonistas”, realizado pelos gestores da RESEX Marinha de Soure e as ações do Projeto Manguezais do Brasil, também em fase de execução na região do Salgado Paraense, são iniciativas fundamentais para a consolidação de ações integradas e participativas das Reservas Extrativistas Marinhas do litoral paraense.

Comunicação ICMBio
(61) 3341-9280

* Matéria publicada no site do ICMBio em 13/12/2013