Notícias, Notícias dos Parceiros do Arpa, Outras Notícias

Seminário reúne instituições para discutir problemas e potenciais da Amazônia

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) participou, nesta quarta-feira, 24, do Seminário sobre Meio Ambiente – Reflexões sobre a Amazônia, realizado pela Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara dos Deputados, com apoio da Universidade Estadual do Pará (Uepa). O evento ocorreu no auditório do Centro de Ciências Naturais e Tecnologia da Uepa.

Discutir as questões ambientais da Amazônia envolvendo os aspectos relacionados aos instrumentos legais de proteção e promoção da vida animal, os desafios da gestão dos recursos hídricos, redução de índices de desmatamento e alternativas econômicas para as populações amazônidas, além da implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos no Pará estiveram em foco no seminário.

Presidente da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara dos Deputados, o deputado federal Arnaldo Jordy fez a abertura do seminário juntamente com os secretários de Meio Ambiente do Pará, José Alberto Colares; de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano do Ministério do Meio Ambiente (MMA), Ney Maranhão; representantes das universidades federais do Pará (UFPA) e Rural da Amazônia (Ufra), Uepa, além de especialistas em meio ambiente e sociedade civil, com a presença de integrantes da Associação de Catadores do Lixão do Aurá.

O deputado Arnaldo Jordy  disse que o seminário é o primeiro dos cinco que a comissão pretende realizar nas cinco regiões do Brasil. “Se olharmos pros indicadores de desmatamento a gente sabe que ainda tem um longo caminho a percorrer, apesar dos avanços, para reduzir o desmatamento. Então, se tratando de desmatamento, sabemos que apesar dos avanços isso ainda é uma ação predatória que paira sobre o nosso estado”, avaliou.

“O desafio que passa pelo órgão do governo não é somente monitorar as normas, mas sim levar em consideração as transformações sociais. É preciso agir em conjunto com a sociedade pois se convergirmos força nós conseguiremos alcançar de fato a sustentabilidade necessária”, ressaltou José Colares.

Ney Maranhao, do MMA, frisou que “a iniciativa de promover o seminário é importantíssima e acho que a preocupação aqui não é só do estado, é do Brasil e de todos os gestores da Amazônia, afinal, ela sempre foi uma terra aberta à exploração. Ainda temos muito a aprender sobre a Amazônia como ecossistema. Acredito que o grande desafio aqui é a capacidade de gerenciar, coordenar e integrar esforços”.

Ascom Sema PA

(91) 3184 3341

* Matéria publicada no site da Secretaria em 24/04/2014