Notícias, Notícias dos Parceiros do Arpa, Notícias sobre o Arpa

3ª turma do curso de Geoprocessamento com QGIS do ICMBio tem 11 vagas para colaboradores do Arpa

Por Fábia Galvão

A terceira turma do Curso de Geoprocessamento com QGIS do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) recebe inscrições até 10 de setembro. Os participantes serão habilitados a operar ferramentas de geoprocessamento para a construção de produtos que subsidiem os processos de gestão do instituto por meio do software QGIS. Das 20 vagas disponíveis, 11 serão destinadas a servidores do Instituto alocados em Unidades de Conservação (UCs) apoiadas pelo Arpa e servidores estaduais e parceiros do Programa.

O curso será realizado presencialmente, de 5 a 9 de outubro, na Academia Nacional da Biodiversidade (ACADEBio), em Iperó (SP). Após o primeiro módulo, acontece a etapa a distância até 30 de outubro. O resultado da seleção será divulgado no portal CGGP dia 15 de setembro.

Além de preencher o formulário de inscrição, candidatos ligados ao Programa Arpa devem enviar para nicolle.muller@icmbio.gov.br a carta de autorização ou documento assinado emitido pela chefia imediata odo candidato e a solicitação de viagem preenchida. Outras informações sobre o processo seletivo podem ser conferidas no edital referente ao curso.

Notícias, Notícias dos Parceiros do Arpa, Notícias sobre o Arpa

Curso de ética pública aplicada à gestão: participe

Até 7 de setembro, estão abertas para o Curso de Ética Pública Aplicada à Gestão. Promovida pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), a formação tem o objetivo de promover a cultura da boa conduta ética no âmbito da gestão pública. Das 25 vagas, 10 são destinadas a servidores que atuam no Arpa e parceiros e colaboradores do Programa.

O curso é presencial e acontece de 6 a 8 de outubro na Academia Nacional da Biodiversidade (ACADEBio), em Iperó (SP). As inscrições devem ser feitas por meio deste formulário e candidatos ligados ao Arpa devem ter um email enviado para capacitacaodoarpa@mma.gov.br pelo ponto focal do seu órgão gestor com a indicação. Outras informações podem ser conferidas no edital publicado.

 Texto: Fábia Galvão

Notícias, Notícias sobre o Arpa

Turma II do curso de Geoprocessamento com QGIS do ICMBio vai receber 6 colaboradores do Arpa

Até 26 de julho, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) recebe inscrições para a segunda turma do Curso de Geoprocessamento com QGIS. O objetivo da formação é habilitar os participantes a utilizarem ferramentas de geoprocessamento para a construção de produtos que subsidiem os processos de gestão do instituto por meio do software QGIS.

Das 20 vagas disponíveis para a turma II, 6 serão destinadas a servidores, gestores e parceiros do Programa Arpa. As inscrições desses colaboradores devem ser feitas por meio deste formulário. De 31 de julho a 21 de agosto e de 29 de agosto a 5 de setembro, acontece o módulo a distância e, de 24 a 28 de agosto, a etapa presencial na ACADEBio (Iperó/SP). Acesse aqui o edital do curso.

Texto: Fábia Galvão

Notícias, Notícias dos Parceiros do Arpa, Notícias sobre o Arpa

Curso de Geoprocessamento com QGIS terá vagas para colaboradores do Arpa

De 3 a 15 de agosto, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) promove o Curso de Geoprocessamento com QGIS, que vai habilitar os participantes a utilizar ferramentas de geoprocessamento para a construção de produtos que subsidiem os processos de gestão do instituto por meio do software QGIS.

Das 20 vagas disponíveis para a formação, 6 serão destinadas a servidores, gestores e parceiros do Programa Arpa. As inscrições desses colaboradores devem ser feitas por meio deste formulário, de 26 de junho a 5 de julho. De 3 a 7 de agosto, acontece na ACADEBio (Iperó/SP) o primeiro módulo, presencial. E de 8 a 15 de agosto, o módulo à distância. Acesse aqui o edital do curso.

Notícias, Notícias sobre o Arpa

Acadebio recebe curso em educação a distância do Arpa

A Academia Nacional da Biodiversidade (Acadebio) sediou em dezembro o curso em Educação a Distância (EAD): Consultoria e Administração da Plataforma Moodle. Realizado em parceria com a Avante Brasil, o objetivo foi capacitar servidores do Instituto Chico Mendes (ICMBio) e de instituições parceiras no desenvolvimento e implementação da EAD no Programa Áreas Protegidas da Amazônia (Arpa), com enfoque nas metodologias, produção de material didático e formação de tutores para acompanhamento de processos de formação a distância.

O curso buscou proporcionar aos 27 participantes uma visão ampla e geral sobre a EAD na plataforma Moodle, que disponibiliza diversos recursos e atividades que podem ser desenvolvidas nos cursos. “Buscamos uma abordagem multidisciplinar, uma visão do todo. Tratamos, por exemplo, de fundamentos da EAD, questão de direitos autorais, como promover a interação e envolvimento dos alunos, além das funcionalidades do Moodle”, afirma Gislene Alves, coordenadora pedagógica da Avante Brasil e especialista em Educação a Distância.

Mesmo sendo um curso focado no fortalecimento do Arpa, o encontro disponibilizou potencial para a formação a distância do trabalho feito pelo ICMBio. “A EAD é um facilitador de processos formativos, aproximando as pessoas e fortalecendo nossa capacidade de fazer mais com os recursos que dispomos, uma possibilidade de reestruturação do programa dentro de uma qualidade maior”, afirma Erismar Rocha, chefe de Educação Corporativa, da Coordenação-geral de Gestão de Pessoas (CGGP).

Ainda segundo Erismar, o grupo que participou do curso tem potencial para ser “multiplicador dessa forma de fazer educação”, complementando os processos de capacitação presenciais que já ocorrem e os fortalecendo. “Os participantes não tinham muita intimidade com a plataforma Moodle e de como organizar a capacitação por meio de ferramentas virtuais e agora estão mais aptos. É um grupo que certamente será ator ativo nessa discussão”, conclui Erismar.

* Matéria publicada no informe ICMBio em Foco 326

 

Notícias, Notícias dos Parceiros do Arpa, Notícias sobre o Arpa

Realizado curso de procedimentos do Programa Arpa

A Academia Nacional da Biodiversidade (Acadebio) recebeu os participantes do curso de Procedimentos do Programa Áreas Protegidas da Amazônia (ARPA), de 8 a 10 de dezembro, com o intuito de orientar os gestores sobre os diversos procedimentos usados cotidianamente pelas Unidades de Conservação (UCs) apoiadas pelo Programa.

Organizado pelo Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (Funbio), gestor dos recursos financeiros do Arpa, o curso apresentou o sistema de planejamento, execução e acompanhamento do Programa para os servidores do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e de órgãos estaduais de meio ambiente.

Nathalia Dreyer, bióloga e integrante da gerência do Programa, relatou que o curso é um pré-requisito para que os gestores possam assinar contas vinculadas ao Programa em conjuntura com o Funbio e, para isso, foram também apresentados procedimentos, regras e orientações dos modos de execução desses recursos financeiros nas UCs.

Notícias, Notícias dos Parceiros do Arpa, Notícias sobre o Arpa

Programa Arpa promove novo curso de procedimentos em São Paulo

De 8 a 10 de dezembro, acontece em São Paulo uma nova edição do curso de procedimentos do Arpa. A expectativa é que pelo menos 25 gestores do Programa participem da formação, que vai ser ministrada pelo Funbio na Academia Nacional de Biodiversidade (ACADEBIO) do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Os Pontos Focais devem informar à gerência do Funbio pelo email gerencia.arpa@funbio.org.br que gestores vão participar do curso até 25 de novembro, terça-feira, para que haja tempo hábil de organizar a viagem de todos os participantes. A gerência do Arpa informa que todos os novos gestores devem ser indicados para a formação. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (61) 2028-2295.

Notícias, Notícias dos Parceiros do Arpa

Acadebio promove curso de Geoprocessamento

A Academia Nacional da Biodiversidade (Acadebio) realizou de 1º a 6 de setembro o Curso de Geoprocessamento. O objetivo foi capacitar os servidores em ferramentas de edição, processamento, tratamento e análise de imagens e dados, visando a elaboração de produtos, por meio do programa de Geoprocessamento ArcGis. O curso possui três etapas, com momentos à distância e presencial, em que os alunos devem realizar atividades na plataforma de ensino à distância do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e elaborar um produto final de Geoprocessamento. Capacitação mais concorrida do Plano Anual de Capacitação (PAC) e mais indicada pelos servidores, o curso foi coordenado por Ricardo Brochado, chefe da Acadebio, e contou com a participação de 21 alunos, com apoio de servidores do ICMBio, Ministério do Meio Ambiente e instituições ambientais parceiras que fazem parte do Programa Áreas Protegidas da Amazônia (Arpa).

 

 

 

 

 

 

Foto de Alessandro Oliveira

*Matéria publicada em 12/09/2014 no ICMBio em foco.

Notícias, Notícias sobre o Arpa

Academia Nacional da Biodiversidade sedia curso prático sobre GPS e softwares de localização

A Academia Nacional da Biodiversidade (Acadebio) realizou um curso prático sobre GPS e softwares de localização, como Google Earth e TrackMaker, entre os dias 05 e 08 de agosto. Ao todo, 19 pessoas que atuam em Unidades do Programa de Áreas Protegidas da Amazônia (Arpa) foram capacitadas. Dez delas são do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Essas ferramentas de localização são utilizadas por técnicos e analisadas nas atividades de campo que apoiam a gestão das Unidades de Conservação (UCs) para facilitar a obtenção de dados geográficos e delimitação de áreas. “É uma forma de o usuário aprofundar o conhecimento desses softwares no dia-a-dia. A especialização, mesmo que básica, já demonstra uma melhora no domínio da técnica”, disse Caren Andreis, analista ambiental da Coordenação Regional em Florianópolis (CR9).

Os dados obtidos, após processados pelos softwares, geram informações que contribuem para o planejamento e monitoramento das ações de proteção, consolidação territorial, manejo e conservação de espécies, uso público, manejo e controle do uso de fogo e outras atividades que utilizam informações espaciais. “Já usava o equipamento, mas tinha algumas dificuldades na hora do manuseio. O curso ajudou muito nessa parte. Vai contribuir muito na elaboração de mapas”, afirmou Marcos Paulo Lima Barros, chefe da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Juma, UC estadual do Amazonas.

*Matéria publicada no ICMBio em Foco dia 15/08/2014