Notícias, Notícias dos Parceiros do Arpa, Notícias sobre o Arpa

Curso de Elaboração de Projetos de Conservação tem 15 vagas para gestores do Arpa

O curso destina 15 vagas aos servidores federais e estaduais em exercício nas Unidades de Conservação integrantes do programa Arpa, bem como parceiros envolvidos no planejamento e gestão dessas UCs. Outras informações e as inscrições estão disponíveis aqui e clicando na imagem abaixo:

Notícias, Notícias sobre o Arpa

Curso de geoprocessamento: inscrições abertas

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) disponibiliza 22 vagas do curso prático de GEOPROCESSAMENTO, sendo 10 para o ICMBio, 10 para o ARPA (ICMBio e estados) e 2 para o MMA. O objetivo é capacitar os servidores do ICMBio e de instituições parceiras a utilizar, de maneira integrada, com autonomia, organização e responsabilidade, ferramentas de geoprocessamento para a construção de produtos que subsidiem os processos de gestão no âmbito do ICMBio. Interessados que fazem parte do Programa devem preencher e enviar o formulário de inscrição específico até 21  de julho de 2014.

Para saber mais, clique aqui.

Quer saber mais sobre outros cursos do ICMBio que têm reservas de vagas para colaboradores do Arpa e sobre as linhas de apoio a participações de gestores em congressos? Clique aqui.

Notícias, Notícias das Unidades de Conservação

Associação das Mulheres Agroextrativistas comemora conquistas sociais no Amazonas

A sede social da Associação das Mulheres Agroextrativistas do Médio Juruá (Asmamj), inaugurada no dia 11 de junho na comunidade Nova Esperança, da Reserva Extrativista (Resex) Médio Juruá (AM), celebrou várias conquistas sociais da Unidade de Conservação (UC) durante o mês.

A chefe da Resex, Rosi Batista, disse que a construção da sede social era um sonho das mulheres extrativistas da UC, assim como o curso de produção de sabonete artesanal, realizado de 11 a 14 de junho com apoio do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), do Fundo Médio Juruá e da Universidade Federal do Amazonas (Ufam). “No Médio Juruá, as mulheres sempre participaram do movimento social e discutiram a necessidade de se organizar para participar dos processos de tomada de decisão”, afirmou.

Na ocasião, a comunidade São Raimundo recebeu reunião setorial do Projeto da Associação dos Moradores Extrativistas. Foram debatidos Associação das Mulheres Agroextrativistas comemora conquistas sociais no Amapá o fortalecimento comunitário e a vigilância das praias de tabuleiros usadas para desova dos quelônios e dos lagos reservados para manejo do pescado. A equipe do Projeto Pé de Pincha falou sobre os resultados das pesquisas que apontam o crescimento da população de quelônios na região e ressaltaram a importância de reforçar a vigilância nas praias, além de aumentar a fiscalização.

Outro benefício conquistado foi a assinatura, no dia 5 de junho, do Contrato de Concessão de Direito Real de Uso (CCDRU) coletivo de bens imóveis pertencentes ao patrimônio público do estado do Amazonas. Por meio da Associação dos Produtores Rurais de Carauari (Asproc), fica regularizada a utilização de terras públicas de domínio do estado do Amazonas pelas populações tradicionais. “Este fato garante mais benefícios sociais e de permanência nas terras. O mais importante é que o CCDRU é por tempo indeterminado, o que foi considerado pelas comunidades um fato inédito”, destacou Rosi.

Crédito: Acervo Resex Médio Juruá

Matéria publicada no ICMBio EM FOCO no dia 27/06/2014

Notícias, Notícias dos Parceiros do Arpa, Uncategorized

Curso para o Cadastro Ambiental Rural oferece 31 mil vagas

Curso vai capacitar, pela internet, facilitadores para apoiar proprietários e posseiros rurais na inscrição do Cadastro 

Estão abertas, a partir desta quinta-feira (3/7), as inscrições para o curso à distância de Capacitação para o Cadastro Ambiental Rural (CapCAR). Serão oferecidas 31 mil vagas, distribuídas em quatro turmas, sendo que a primeira vai priorizar a inscrição de profissionais de órgãos públicos de meio ambiente e extensão rural. A inscrição é gratuita e, para a primeira turma, fica aberta até o dia 20 de julho, por meio deste hotsite. As turmas seguintes serão abertas quando a primeira for finalizada.

O diretor de Desenvolvimento Rural Sustentável do Ministério do Meio Ambiente (MMA), Gabriel Lui, destaca o caráter multiplicador do curso. “O objetivo é aumentar a capilaridade em campo, por meio de multiplicadores que levarão informações tanto sobre a legislação quanto sobre o sistema do CAR”, afirmou Lui.

O curso é resultado das ações de fomento e apoio à implementação da Lei nº 12.651/2012 (Novo Código Florestal), que criou o CAR. O objetivo é formar facilitadores para o cadastramento de imóveis rurais no CAR, com prioridade para o apoio aos proprietários ou posseiros rurais que tenham área de até quatro módulos fiscais e desenvolvam atividades agrossilvipastoris, conforme previsto na lei.

O curso, chamado de CapCAR, tem duração de 78 horas, com dedicação média de 12 horas semanais, e será ministrado em até sete semanas. A primeira turma começa no dia 12 de agosto. Cada turma será acompanhada por um tutor (docente on-line), preparado para tirar dúvidas de conteúdo e de uso das ferramentas. Os participante receberão um certificado de curso de extensão emitido pela Universidade Federal de Lavras (UFLA).

Matéria assinada por Leticia Verdi e publicada no site do MMA em 02/07/2014

Notícias, Notícias sobre o Arpa

Arpa apoia capacitações de equipes e parceiros do Programa. Saiba como

Já está em implementação o subcomponente 2.4 do Programa Arpa (Desenvolvimento de Competências para a Gestão de Áreas Protegidas) conforme Plano Estratégico de Capacitação. A linha principal do Plano compreende a reserva de vagas para o Arpa em 14 cursos selecionados da grade de cursos do ICMBio, conforme marcos referenciais do Programa. São eles:

1. Gestão do patrimônio público: mecânica básica e direção preventiva 8. Noções básicas de Administração Pública para gestores
2. Elaboração e execução de projetos de conservação 9. Curso de Instrumentos de Gestão para o Uso de Recursos Naturais
3. Prático de GPS, Trackmaker e Google Earth 10. Gestão de Equipe
4. Geoprocessamento 11. Liderança, Reflexão e Ação
5. 5º Ciclo de Gestão participativa (3 módulos em 2014) 12. Coaching e processos de discussão grupal
6. Curso de gestão de conflitos 13. Curso de Plano de Manejo
7. Gestão de conflitos territoriais: Termos de compromisso 14. 3º Ciclo de Gestão para Resultados (PGR) 3 módulos em 2014

A realização dos primeiros cursos está prevista para agosto. São eles:

a) Curso de GPS, Tracker Maker e Google Earth: 4 a 9 de agosto (com chegada e saída).

b) 5º Ciclo de Gestão Participativa: Participação Social na Conservação da Biodiversidade

1. Curso de fundamentos da gestão socioambiental: 10 a 21 de agosto (com chegada e saída)
2. Momento 1: 28 de setembro a 03 de outubro (com chegada e saída)
3. Momento 2: 23 a 30 de novembro (com chegada e saída)

c) Curso de Geoprocessamento: 31 de agosto a 7 de setembro (com chegada e saída)

 

Para cada curso será aberto e divulgado um edital específico com todos os procedimentos para seleção. Fique atento!

 

Além disso, já estão disponíveis os recursos para a linha de apoio à participação de gestores em congressos. O ARPA apoia a participação em congressos no Brasil para apresentação de trabalhos desenvolvidos no âmbito do Programa, entendendo que, além de uma oportunidade de aprimoramento, trata-se de um eficiente instrumento de divulgação do Programa.

Para se candidatar a esta linha o candidato deverá ter aprovação do órgão gestor, e ser primeiro autor de trabalho relacionado às metas do Programa Arpa, aprovado pela organização do evento. Ainda deverá ser encaminhada à UCP documentação contendo:

a) a descrição dos objetivos, b) atividades programadas, c) descrição da meta do programa abordada no trabalho, d) período de realização, e) instituição proponente, f) custos envolvidos e g) contrapartida alocada.