Notícias, Notícias das Unidades de Conservação

Reserva Extrativista Chico Mendes (AC) promove expedição para planejar o monitoramento e registrar sua biodiversidade

camisaDe 17 a 22 de agosto, gestores da Reserva Extrativista (Resex) Chico Mendes (AC), lideranças comunitárias da região, representantes do comando Florestal e do Exército Brasileiro participaram de uma expedição no interior da Unidade de Conservação (UC).  A viagem, que aconteceu pelo ramal do Icuriã e seguiu até a margem do Rio Iaco,  teve como objetivo identificar a área para instalação de parcelas permanentes, ferramentas que possibilitarão o monitoramento da biodiversidade na área protegida.

rioDurante a expedição, também foi gravado um documentário sobre a vida amazônica, que retratou as principais cadeias produtivas da região e questões relativas à saúde e educação das populações locais. A produção audiovisual teve a participação de seringueiros, pescadores, ribeirinhos e outros moradores da região. Para o cineasta Guillermo Planel,  as gravações evidenciaram o trabalho de preservação da mata e das comunidades que residem nela. “O trabalho desenvolvido na Resex Chico Mendes é de uma importância vital não apenas para o Acre e para o Brasil, mas principalmente para o mundo”, declarou o diretor.

exércitoOs especialistas que participaram da viagem identificaram florestas de terra firme e de várzea. Essas áreas estão totalmente preservadas e abrigam várias espécies de mamíferos, a exemplo da Anta (Tapirus terrestris). Já o Exército Brasileiro realizou um trabalho de monitoramento na área visitada. E um sobrevoo de 7 horas pelas zonas primitivas revelou grande extensão de floresta preservada da UC, além de viabilizar o registro de imagens atualizadas da região.

Texto: Silvana Souza

Fotos: Fernando França

Notícias, Notícias das Unidades de Conservação

Documentário retrata comunidades extrativistas

Foi lançado na última semana no auditório do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), em Brasília, o filme “Cidadãos Extrativistas – da luta pelo território ao empoderamento comunitário”, do analista ambiental Sérgio Lelis. O documentário foi produzido pela Coordenação de Educação Ambiental (Coedu/Disat/ICMBio) e lançado durante a apresentação do diagnóstico socioeconômico das famílias.

Cidadãos Extrativistas é um filme que perpassa por elementos da trajetória de empoderamento comunitário das comunidades extrativistas presentes em Unidades de Conservação (UCs) federais de uso sustentável. A luta pelo território, a regularização fundiária, o manejo sustentável dos recursos naturais, a tecnologia social e a moeda social são temas que compõem o roteiro.

Participam do filme a Floresta Nacional do Tapajós (PA) e as Reservas Extrativistas de Canavieiras, de Cassurubá, do Corumbau (BA), do Ciriaco (MA), de São Documentário retrata comunidades extrativistas João da Ponta (PA), do Extremo Norte do Tocantins (TO) e do Rio Cajari (AP).

Segundo Sérgio Lelis, Cidadaõs Extrativistas é um filme educacional e também é um manual de empoderamento comunitário em UCs de uso sustentável. “O roteiro segue uma linha do tempo que se inicia na luta dos extrativistas pelo território e perpassa por casos de sucesso no desenvolvimento de tecnologia social, na organização da cadeia produtiva extrativista, no manejo dos recursos naturais e na implantação de moeda social”, explicou Sérgio. Nessa composição, há também elementos da gestão dessas Unidades, como o cadastramento de famílias, a reunião de definição do perfil do beneficiário da UC e a assinatura do Contrato de Concessão de Direito Real de Uso (CCDRU).

A produção já está disponibilizada no canal Educachico, no YouTube, e pode ser acessada em http://youtu.be/nS2SIEKfzxA.
* Matéria publicada no informe ICMBio em Foco 325