Notícias, Outras Notícias

Ecoforte Extrativismo tem inscrições prorrogadas

Edital irá destinar R$ 450 mil para cada projeto dedicado ao uso e comercialização de produtos sustentáveis. Prazo segue até 30/12

O edital Ecoforte Extrativismo teve as inscrições prorrogadas até o dia 30 de dezembro pela Fundação Banco do Brasil e o Fundo Amazônia.

O edital vai contemplar projetos de unidades de conservação localizadas em sete estados amazônicos (Acre, Amazonas, Amapá, Maranhão, Pará, Rondônia e Tocantins). Ao todo, serão destinados R$ 6 milhões em recursos não reembolsáveis para empreendimentos econômicos coletivos em Unidades de Conservação Federais de Uso Sustentável no bioma Amazônia.

Cada projeto terá até R$ 450 mil para beneficiamento ou comercialização de produtos provenientes do uso sustentável da sociobiodiversidade. Acesse a íntegra do edital nº 2014/20.

As inscrições podem ser feitas pessoalmente ou por via postal enviando os documentos para a Fundação Banco do Brasil. Confira aqui as Perguntas Frequentes sobre o edital.

Saiba mais

O Ecoforte está alinhado com o Plano Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica (Planapo). Criado em novembro de 2013, ele visa ampliar a produção e o consumo de alimentos orgânicos e agroecológicos no Brasil.

Além do Ministério do Meio Ambiente, participam do programa:

A Fundação Banco do Brasil, o BNDES, a Secretaria-Geral da Presidência da República, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e os Ministérios do Desenvolvimento Agrário, Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Desenvolvimento Social e Combate à Fome e Trabalho e Emprego.

Fonte:
Ministério do Meio Ambiente 

* Publicado em 18/11/2014 no Portal Brasil

 

Notícias, Outras Notícias

Oficina prepara entidades para projetos na área extrativista

Interessados têm até o próximo dia 20 para fazer a inscrição

Estão abertas, a partir desta segunda-feira (13/10), as inscrições para a oficina de capacitação para o edital Ecoforte Extrativista. O evento será promovido pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA), em parceria com o BNDES e a Fundação Banco do Brasil (FBB), nos dias 30 e 31 de outubro, em Brasília, na sede do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

O gerente de Agroextrativismo do MMA, Gabriel Domingues, explica que o objetivo é detalhar os principais pontos do edital, principalmente em relação à elaboração dos projetos e à documentação necessária para que a entidade representativa dos extrativistas se qualifique para concorrer aos recursos disponíveis. Para se inscrever, os interessados devem enviar o currículo para endereço eletrônico cgpt.disat@icmbio.gov.br. O limite é de 30 participantes. O evento será transmitido via internet e gravado para disponibilização nos sites do ICMBio, MMA e FBB.

O QUE É
O edital Ecoforte Extrativista oferece R$ 6 milhões, em recursos não reembolsáveis, para empreendimentos econômicos coletivos em Unidades de Conservação Federais de Uso Sustentável no bioma Amazônia. O edital vai contemplar projetos que fortaleçam a produção de base extrativista, nas áreas de beneficiamento ou comercialização de produtos provenientes do uso sustentável da sociobiodiversidade.
O edital está de acordo com o Plano Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica (Planapo), criado em novembro de 2013. O MMA é signatário do Acordo de Cooperação Técnica que criou o Ecoforte, celebrado entre a Secretaria Geral da Presidência da República (SG/PR), o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o Banco do Brasil S.A e a Fundação Banco do Brasil.

Links:
Confira a notícia com detalhes do edital.
Confira aqui o edital

* Matéria assinada por Letícia Verdi e publicada no site do MMA em 13/10/2014