Notícias, Notícias das Unidades de Conservação

Evento reúne povos do Médio Xingu

Extrativistas  e  indígenas  puderam  mostrar  sua  diversidade  cultural e a potencialidade de produtos da sociobiodiversidade durante a “Feira dos Povos do Médio Xingu”. O evento  foi realizado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação  da Biodiversidade (ICMBio), em parceria com a Fundação  Nacional do Índio (Funai), em Altamira (PA), nos dias 20 e  21 de junho.

O  evento  contou  com  a  participação  de  cerca  de  30  extrativistas  moradores  das  Reservas  Extrativistas  Riozinho  do  Anfrísio, Rio Iriri e Rio Xingu e de aproximadamente cem  indígenas das etnias Assuriní do Xingu, Araweté, Parakanã,  Xipaya, Kuruaya, Juruna, Xikrin do Bacajá, Kayapó Kararaô e Arara, além da população altamirense.

Captura de Tela 2015-07-17 às 08.48.26O objetivo foi propiciar a construção de um diálogo e a interatividade entre povos da região do Médio Xingu e a sociedade urbana do município de Altamira,  oportunizando  canais  de  comunicação  com  base  no  respeito e solidariedade. A programação contou com exposição de artesanato, roda de conversa, exposição fotográfica  e mostra de filmes, entre outras atividades. Segundo Rafael  Barboza, chefe da Reserva Extrativista Riozinho do Anfrísio, “o espaço oportunizou a troca de saberes entre os povos  da floresta e a comercialização de artesanato e produtos da  agrobiodiversidade”.

“Com  a  feira,  pudemos  ressaltar  a  grande  diversidade  cultural, o potencial da região no que se refere aos produtos da agrobiodiversidade, a cadeia produtiva do artesanato e a importância dos povos indígenas e comunidades extrativistas  dessa região”, afirmou Aline Mayumi Rodolfo, indigenista  especializada da Funai.

Como parte da programação, foram realizadas, ainda, palestras para estudantes do 8° e 9° ano da rede municipal, em  uma  parceria  com  a  Secretaria  Municipal  de  Educação  de  Altamira. As apresentações contaram um pouco da cultura,  modo de vida e localização territorial dos povos indígenas e  extrativistas da região.

INTEGRAÇÃO DOS POVOS

Considerando  que  a  gestão  do  território  do  Médio  Xingu  é feita de forma compartilhada por diferentes povos e instituições, os servidores do ICMBio e da Funai acreditam que  eventos deste formato podem fazer parte da estratégia de gestão em construção na região. “Táticas como essa garantem  fortalecimento do diálogo, troca de experiências e conhecimentos  e  promoção  de  espaços  de  discussão/participação,  utilizando metodologias adequadas ao modo de vida desses  povos”, comentou a consultora da Funai/ICMBio, Rejane Andrade, uma das organizadoras da Feira.

O evento foi resultado de várias atividades que estão sendo realizadas na região: Encontro de Jovens do Xingu, Grupo  de Mulheres no Xingu, Projeto Troca de Saberes, Oficinas  Caboclas com participação dos Xipayas, Programa de Aquisição de Alimentos, Projeto Menire, Projeto GATI e Cantinas Comunitárias.

Agora, o desafio, segundo Rafael Barboza, é dar continuidade a essa proposta, de forma que eventos como esse  sejam realizados anualmente e que um espaço seja criado para exposição e comercialização desses produtos em  Altamira.  Para  os  extrativistas  e  indígenas,  este  foi  um  momento histórico: “fazia muito tempo que não se rea – lizava um evento assim”, destacou Lauro Freitas Lopes, morador da Resex Rio Xingu.

O  evento  contou  com  apoio  do  Governo  Municipal  de  Altamira  (secretarias  Municipais  de  Meio  Ambiente  e  Turismo, de Cultura e de Educação), Exército (51º Batalhão  de  Infantaria  da  Selva)  e  das  organizações  não  governamentais  The Nature Conservancy  (TNC) e Instituto Socioambiental (ISA).

Fonte: ICMBio em Foco 350

Notícias, Notícias das Unidades de Conservação

Extrativistas da Terra do Meio (PA) visitam Rádio Nacional da Amazônia

Extrativistas da Terra do Meio, no sul do Pará, visitaram a Rádio Nacional da Amazônia e falaram de seus problemas e de algumas das iniciativas socioambientais desenvolvidas na região. Confira o áudio da conversa

Selo-Arpa1Na semana passada, os extrativistas Lauro Freitas e Edileno Camilo de Oliveira estiveram na sede da Rádio Nacional da Amazônia, em Brasília. Eles moram na Terra do Meio, no sul do Pará, uma das áreas de maior importância para a conservação da biodiversidade da Amazônia, onde estão localizadas as Reservas Extrativistas (Resex) do Riozinho do Anfrísio, do Iriri e do Xingu.

Eles participaram do programa Nossa Terra, do radialista Ayrtom Medeiros, que comandou uma conversa descontraída e muito emocionante. Naldo Lima e Carolina Reis, que trabalham no ISA com as populações extrativistas da região, também participaram do programa.

As populações da Amazônia recebem pelas ondas da Rádio Nacional notícias dos centros urbanos e de toda a região. Em algumas áreas isoladas, a rádio é o único meio de comunicação de massa acessível, daí a grande identificação das populações ribeirinhas com a emissora.

Ouça a conversa e conheça um pouco mais da Terra do Meio, região que abriga algumas das mais emblemáticas Unidades de Conservação da Amazônia.

* Matéria publicada no site do ISA em 24/04/2015